Após a leitura, classificarei os livros assim:
Péssimo [0] Ruim [*] Regular [**] Bom [***] Muito Bom [****] Excelente [*****]

AS Reminiscências de Um Blog [****]








Roberto Vargas Jr.
Amazon
268 Páginas

"Roberto Vargas Jr. escreveu seu blog, homônimo, com a intenção de "tentar colocar seus pensamentos em ordem". São reflexões despretensiosas de fundo teológico, filosófico e, claro, absolutamente pessoais. Este livro são as reminiscências desta experiência de blogar, um registro de um período que o autor considera de um aprendizado bastante relevante para sua jornada espiritual e intelectual, mesmo que, aqui e ali, seu pensamento hoje já não seja o mesmo que o da época em que os textos foram escritos."


3 comentários:

Jorge Fernandes Isah disse...

Este ano, finalmente, aconteceu uma grande surpresa, esperada havia tempos, o lançamento do livro de estreia do mano Roberto Vargas Jr.: "Reminiscências de um blog", publicado na Amazon. São textos pinçados e revistos do antigo blog do Roberto, que ele desativou há algum tempo.
Como leitor assíduo, fiquei meio órfão, e muito dos assuntos ali abordados, e a me instigarem a reflexão [e da qual participei], poderão ser revividos pelo ebook. Conhecendo a pena do autor, certamente encontrarei motivos para me debruçar em sua escrita, e aprender mais do que já aprendi com ele.
Então, o que você está esperando?
O livro está por ínfimos R$ 1,99; o que não pode ser impeditivo para a riqueza fluída, a simplicidade sofisticada, a prosa poética, a despretensão cuidadosa das reflexões do "Make".
Comprem!! Leiam!!

Jorge Fernandes Isah disse...

Caminhando para o terço final do livro, posso dizer que a minha memória foi avivada com a leitura dos escritos do Roberto. Muitos dos textos eu já conhecia, de lê-los à época em que o blog ainda estava "vivo"; e relê-los trouxe-me a certeza de ter aprendido muito com a pena do amigo.

Farei algumas considerações preliminares, sem, contudo, prometer algo mais substancioso e analítico sobre o texto. De muitas maneiras, ele me emociona, seja pela verdade contida, seja por revelar um pouco mais do caráter do autor, e de sua marca mais evidente: o cristão disposto a glorificar o seu Senhor e a deleitar-se nele. É um exercício no qual ele, e todos nós, estamos empenhados e dedicados: o de cada dia sermos mais e mais semelhantes ao Cristo.

A primeira parte do livro (e desde já reputo-a como a melhor) é mais fluída, revelando uma informalidade sábia e doxológica. É também muito mais íntima, por descrever e discorrer sobre aspectos pessoais que são de grande importância e estima para o autor. É como uma conversa, em fim de tarde, na varanda da casa, tomando um chá ou chimarrão (já que o Roberto é quase um gaúcho), com um grande amigo. São confidências eivadas de amor, louvor e bendições ao bom Deus. Em não raros momentos, tive a alma revolvida por emoções, da gratidão efusiva à compunção pela dor alheia (e que muitas vezes é a nossa também). Identifiquei-me na maioria do texto; e no que não me identifiquei, apreciei e refleti. Tudo permeado com elementos teológicos, de prazer e alegria em Deus e sua obra maravilhosa, sua vontade revelada por amor e cuidado aos eleitos.

Apesar da linguagem coloquial (ainda que contenha termos técnicos), não subestime a profundidade e relevância dos assuntos abordados, os quais nos remete à verdade e vida, mesmo quando falando das mentiras, fraudes e morte.

Leitura apreciável, prazerosa, e mais do que recomendada.

Jorge Fernandes Isah disse...

Outro aspecto relevante, é que a leitura me trouxe várias emoções, e o desejo ainda maior de louvar e glorificar a Deus (esse o mais relevante de todos). Se de tudo o que o autor escreveu não ficar nada ao leitor, certamente esse desejo perdurará. E penso, esse ser o maior mérito do livro.

Bem, fico agradecido ao Roberto por não ter jogado fora os seus escritos, e tê-los compilados e entregues aos seus novos (antigos) leitores.